COVID – Incentivos para micro empresas de €500 a €5 000

COVID – Incentivos a fundo perdido até €5 000

A BECORPORATE – CONSULTORIA E PROJETOS DE INVESTIMENTO, vem por este meio divulgar uma informação que visa diminuir os custos com medidas de proteção que as empresas terão de suportar (com trabalhadores e clientes) para minimizar os efeitos de contágio.

O Governo Português criou uma linha de reembolso a fundo perdido em 80% que irá apoiar os seguintes investimentos:

– equipamentos de proteção individual (máscaras, luvas, viseiras, placas de acrílico );
– equipamentos de higienização (dispositivos de álcool gel);
– atividades de desinfestação;
– serviços de entregas ao domicilio;
– sinalização vertical e horizontal;
– outros dispositivos de controlo e distanciamento social;

 

***
Qual é o apoio?
Os apoios vão oscilar entre os € 500 e os € 5 000, sendo que 80% da despesa será subsidiada a fundo perdido.

E os investimentos que já fiz?
As despesas elegíveis podem retroagir à data do primeiro estado de emergência, 18 de março, por isso, poderá ser reembolsado em todos os pagamentos de investimentos elegíveis, posteriores a essa data.
Não se sabe ainda até quando, mas estima-se que seja até pelo menos ao 2º semestre de 2021.

Faz sentido a minha empresa concorrer a este incentivo?
Tudo depende dos custos que irá ter de suportar com os investimentos acima.
No limite, se gastar no mínimo € 6 250, poderá receber € 5 000 (80%). Se por outro lado, os custos não forem muito expressivos, poderá não compensar.
Deve ter em atenção que tratando-se de um incentivo a fundo perdido, existe necessidade de cumprir alguns formalismos, para que possa receber o incentivo, o que implica algum trabalho adicional por parte dos seus consultores e contabilistas.

Como funciona?

São necessários 4 passos:

1º Confirmar a elegibilidade na linha;
2º Instrução de elementos necessários
3º Fundamentação dos investimentos
4º Preenchimento do Formulário de Candidatura

Posteriormente, se aprovada a Candidatura, receberá o incentivo em duas tranches:

1ª Através de um pedido de adiantamento de 50% após aprovação, na contratação do incentivo;
2ª Por via da Submissão da Despesa Certificada, do valor remanescente;

Quero candidatar-me!
Se for essa a sua intenção, pedimos que nos remeta as informações através do link abaixo.

Formulário de intenção de Candidatura

 

Caso pretenda antecipar o nosso contacto, deverá entrar em contacto com o nosso departamento de projetos, dando a indicação que é sua intenção submeter a candidatura.

Para mais informações, preencha o formulário de contacto.

Obtenha os avisos das candidaturas e a legislação em vigor através do site do Portugal 2020.

 

MAR2020 – Um mar de oportunidades?

MAR2020 – Será mesmo um mar de oportunidades?

Desde a abertura do quadro comunitário, foram aprovadas 3 593 candidaturas num montante aproximado de 261 milhões de euros (com referência a junho de 19).

De fora ficaram 1 551 candidaturas (30%).

Fique a saber neste artigo o que deve ponderar antes de se candidatar.

Desde 2014 que começámos a prestar um pouco mais atenção a este setor que se revela de vital importância não só para a economia portuguesa, como para a sustentabilidade futura do nosso planeta.

Tudo começou com uma inesperada visita aos viveiros do Vale da Lama, na Mexilhoeira Grande.

Projeto aprovado MAR2020

 

Na empresa trabalham 16 pessoas, desde biólogos, engenheiros químicos e mecânicos, patologistas e financeiros.

Numa conversa informal e descontraída com o responsável, constatámos que esta empresa reinvestia todos os anos grande parte do seu lucro.

O António num tom informal e animado dizia que preferia investir em equipamentos inovadores, na melhoria do bem-estar animal, nos processos e nas pessoas, ao invés de pagar impostos.

Foi claro que a empresa tinha o perfil ideal para trabalharmos em conjunto numa candidatura ao MAR2020 uma vez que, conseguia evitar grande parte dos fatores de risco, entre eles:

  • Empresa com autonomia financeira bastante acima dos mínimos recomendáveis;
  • Não apresentava necessidade de recorrer a financiamento bancário;
  • Já possuía clientes e vendas recorrentes;
  • Procurava investir, independente da existência de apoios;

Passados 3 anos, a Aqualvor já fechou os investimentos da 1ª candidatura, recebeu os incentivos e voltou a recandidatar-se para o período 2019 – 2022.

Podemos dizer que é um caso de sucesso, uma vez que a empresa foi reembolsada em aproximadamente 50% dos investimentos que efetuou, o que lhe permitiu: melhorar as margens do negócio, aumentar a produção, reduzir o tempo dos ciclos produtivos, e como consequência apresenta-se como um player de referência no setor.

Aqualvor Mar2020

Veja aqui o vídeo da autoria do MAR2020.

 

No entanto, nem tudo são casos de sucesso. No meio de outras operações, vários empresários queixam-se de atrasos e burocracias.

De entre as principais críticas que normalmente ouvimos dos nossos clientes, destacamos:

  • Atrasos na aprovação das operações (4 a 6 meses desde a submissão de uma candidatura);
  • Atrasos na resposta às alegações contrárias (4 a 5 meses);
  • Dificuldade na obtenção de financiamento bancário;
  • Pedidos de reprogramação e de pagamento demoram vários meses a serem decididos;

No nosso dia-a-dia, enquanto consultores, reconhecemos pontos de melhoria de ambos os lados:

  • Do lado das empresas, é necessário perceberem que os standards de exigência do quadro comunitário são elevados, e mais importante do que conseguir uma candidatura aprovada, é a empresa perceber à priori se é viável efetuar o investimento sem dependência total dos incentivos.
  • Do lado dos organismos, seria igualmente desejável tempos de resposta mais curtos.

 

Naturalmente que os incentivos existem e estão disponíveis não só para quem não precisa deles, porém a mensagem que queremos deixar claro é, caso equacione efetuar investimentos com recurso a incentivos, deve:

  • Investir mais no planeamento da operação;
  • Evitar reprogramações ao plano de investimentos,
  • Definir metas prudentes e se possível,
  • Obter financiamento bancário que não esteja condicionado à existência de apoios.

 

Do nosso portfolio de assessoria em operações do MAR2020, contamos com operações aprovadas / em curso nos seguintes clientes:

  • Aqualvor
  • Piscicultura Vale da Lama
  • Emáqua
  • Bivalsado
  • Sociedade Piscicultura Farense
  • Oysterworld
  • Ostraselect
  • Aqualvor (v2)
  • Piscicultura Vale da Lama (v2)
  • Sustainable Ocean Supplements
  • Alvostral
  • Finisterra, SA (IP)
  • Finisterra, SA (Transformação)
  • Cavalo Marinho
  • Exporsado
  • Ostra Ribeiro
  • Oysterworld (v2)
  • MarvellousWave (Aquanostra)
  • Bivalvia
  • Aquacultura Foz do Arade

 

Enquanto entidade analista de Pedidos de Pagamento, temos igualmente desenvolvido atividades de Controlo Administrativo nas seguintes instituições:

  • Faculdade de Ciências da Universidade Lisboa
  • Universidade Nova de Lisboa
  • ADEPE
  • IPMA
  • ADREPES
  • IPL – Instituto Politécnico de Leiria
  • Instituto Superior Técnico
  • A2S

Veja também outro caso de sucesso em: Oysterworld com projeto aprovado no MAR2020

Oysterworld com Projeto Aprovado no Mar2020

A Oysterworld, Lda, fundada em 2013, com um Capital Social de € 400 000 é uma empresa produtora de bivalves (ostra), na região de Setúbal.

 

Ao nível do licenciamento, detém 18,12 hectares para a produção de bivalves.
Em 2017 a Oysterworld decide efetuar uma ampliação da sua capacidade produtiva, para tal, adquire viveiros adjacentes, aumentando a sua capacidade instalada para 360ton (+400%).
Com a ampliação, é decidido adotar novas técnicas de produção testadas e reconhecidas na Austrália.

O novo sistema (bolsas rotativas Hexcyl) permite mover automaticamente as ostras durante cada maré, originando:

a) redução em 70% dos custos de operação envolvidos

b) redução dos tempos de crescimento da espécie

c) melhoria da qualidade do produto (concha bem formada, nácar homogéneo e duro com maior índice de proteína e superior ao nível das características organoléticas)

d) aumento do preço de venda pelo melhor aspeto que o produto apresenta (casca polida)

O Projeto de Investimento Global (no montante global de € 2 141 940) foi alvo de uma candidatura ao MAR 2020, tendo recebido aprovação de € 1 070 970 (50% incentivo não reembolsável).

Referência: MAR-02-01-01-FEAMP-0112

Com o presente projeto a empresa prevê um Volume de Negócios de € 1.2M (ano cruzeiro: 2021), gerando meios libertos na ordem dos 300 a € 400k ano.

1,07 M € EM INCENTIVO NÃO REMBOLSÁVEL

Atualmente, o setor ostreícola é marcado por uma cultura artesanal assente em mão de obra intensiva e no know-how dos produtores, verificando-se resistência na adoção de novas tecnologias.
As estatísticas do setor apontam para o crescimento, com a procura a pressionar o aumento de preços.
No tocante à evolução pós-crise (2012-17) observa-se uma dinâmica de crescimento global da fileira da pesca de +31% em termos acumulados, tendo a aquicultura sido a atividade que mais cresceu.
As exportações do sector do mar em 2018 registaram um aumento de 25% face a 2015. Em 2018, o sector azul registou mais de 2 mil milhões de euros em exportações (€ 2,2 mM), quase 500 milhões a mais do que o valor alcançado em 2015 (€ 1.7mM).

O projeto totaliza um investimento global de € 2.1M, a ser realizado durante os anos de 2019 e 2020.

Este investimento será financiado na sua maioria por um financiamento a fundo perdido do programa Mar 2020, no montante de € 1.07M, e o remanescente por capitais próprios e uma linha de financiamento de longo prazo.

 

O APOIO DA BECORPORATE

A BECORPORATE presta serviços nas áreas de Consultoria, Avaliação de Negócios, Projetos e Investimento, Incentivos Financeiros e Fiscais.

A empresa tem como missão a angariação de financiamento e incentivos para projetos estruturantes na economia portuguesa.

Saiba mais sobre os nossos serviços aqui.

Área Investidores

Antes de submeter o formulário, consulte o nosso portfolio, onde também poderá encontrar o tipo de projetos que temos em carteira.

Caso identifique algum projeto que se enquadre no seu perfil de investidor, dê-nos a indicação, preenchendo os campos abaixo.

Centro de Resolução de Litígios

Em caso de litígio o consumidor pode recorrer a um Centro de Resolução de Litígios de consumo:

CNIACC – Centro Nacional de Informação e Arbitragem de Conflitos de Consumo – www.​cniacc.pt

Centro de Arbitragem de Conflitos de Consumo do Distrito de Coimbra – www.​centrodearbitragemdecoimbra.com

Centro de Arbitragem de Conflitos de Consumo de Lisboa – www.​centroarbitragemlisboa.pt

Centro de Arbitragem de Conflitos de Consumo da Região Autónoma da Madeira – www.​madeira.gov.pt/cacc

Centro de Informação e Arbitragem do Porto – www.​cicap.pt

Centro de Informação e Arbitragem do Vale do Ave – www.​triave.pt

Centro de Informação e Arbitragem do Vale do Cávado – www.​ciab.pt

Centro de Informação, Mediação e Arbitragem do Algarve – www.​consumidoronline.pt/pt/

Para atualizações e mais informações, consulte o Portal do Consumidor em www.​consumidor.pt

(ao abrigo do artigo 18.º da Lei n.º 144/2015, de 8 de setembro)